VEJA TAMBÉM

WF-1725

O BIOMELHORAMENTO COM O WF-1725 PODE:
• Auxiliar na partida de novas fábricas;
• Melhorar a qualidade do efluente;
• Aumentar a eficiência no tratamento de efluentes;
• Reduzir o aumento de gordura;
• Controlar os filamentos;
• Eliminar/Reduzir odores e espumas

CORTE OS DETRITOS DE SUA FÁBRICA DE LATICÍNIOS

Os efluentes de muitas fábricas de laticínio são descartados em estações de tratamento de efluentes, onde a maioria dos poluentes são removidos antes da água ser despejada no meio ambiente. Tratar a água custa dinheiro e muitas empresas tratadoras cobram de acordo com o volume de despejos tratados. Geralmente aplicam-se taxas extras, caso a carga de efluentes exceda certos níveis, por esse motivo, custa-se mais tratar águas que contenham mais poluentes.

Efluentes de fábricas de laticínio, frequentemente são mais exigidos em termos de DBO, que é a quantidade de oxigênio necessária para degradar materiais orgânicos carregados pela água. Quando a concentração de DBO excede a 250 – 300mg/L, muitas estações de tratamento aplicam uma taxa extra.

Algumas fábricas de laticínios descarregam 12 quilos de DBO por 1.000kg de leite recebido. Mais de 90% do total da carga de efluentes da fábrica vêm dos componentes do leite que se perdem e correm dentro das canalizações durante o processo de fabricação. Os maiores componentes são: Lactose, proteínas e natas.
Regulamentos de Pré-tratamentos em alguns lugares limitam o nível de efluentes que podem ser despejados no esgoto. A carga de efluente deve ser reduzida antes de o efluente deixar a fábrica de laticínios.
As cargas de efluentes em fábricas podem causar efeitos reais na rentabilidade e seus gerentes procuram diminuir seus descartes o máximo possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *